quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Corrida para os Óscares: Moonlight

Chega esta altura do ano e saem os nomeados para os prémios mais cobiçados do cinema - os Óscars - e eu, como boa adepta de cinema que sou, tento sempre ver os escolhidos para a corrida de melhor filme antes da cerimónia.
Este ano comecei com o Moonlight. Antes de ler qualquer sinopse ou ver qualquer trailer, a imagem do cartaz chamou-me à atenção. Que é que querem que vos diga, adoro cores neon. Passando esta parte de louca por cores à frente, de que é que se trata este filme?


Resumidamente, o filme está dividido em três tempos da vida do Chiron: infância, adolescência e o tempo presente, ou seja a vida adulta da personagem principal. Em todas estas partes, este tem que lidar com o mundo da droga, aceitar a sua homossexualidade e ainda estabelecer a sua própria identidade.
Houve uma parte que me tocou especialmente - vou tentar não ser spoiler - quando o Chiron pergunta ao Juan (personagem que assume o papel de figura paterna) o que é um faggot, pois é isso que as outras crianças o chamam na escola. Depois de lhe ser explicado o que é, a pequena personagem principal pergunta como é que ele irá saber se é ou não gay e aí, recebe uma resposta de aceitação, de compaixão que o tranquiliza e que todas as crianças que passam por isto deviam receber.
Não sei muito bem como é que hei-de classificar este filme mas sei dizer-vos apenas que é importante. Faz-nos pensar ao ver outras realidades e perceber que infelizmente, nem toda a gente tem uma boa safety net à sua volta.
Para além da nomeação de 'Best Picture', o Moonlight também está na corrida para 'Best Cinematography, 'Best Directing', 'Best Film Editing', 'Best Music', 'Best Writting' e ainda o actor que faz de Juan (Mahershala Ali) está nomeado para 'Best Actor in Supporting Role' assim como a que faz de mãe do Chiron (Naomie Harris) também está 'Best Actress in Supporting Role'. Já ganhou Best Motion Picture - Drama nos Globos de Ouro (entre outros prémios, incluindo o de melhor actor secundário nos SAG Awards para o Mahershala), quem sabe se não rouba o prémio também nos Óscares? Ainda não vi os outros mas julgo que vá ganhar o La La Land, mas vamos esperar para ver!

Gostei e recomendo.

4 comentários:

  1. OMG, muito obrigado querida ;D Fico mega feliz por saber isso :P
    É incrível... E há quem faça de propósito ._.

    Já tinha lido algumas críticas mas nenhum que me cativasse e me desse tanta vontade de ver o filme como a tua! O meu mal e não ter tempo/paciência para me apegar a filmes... embora gostasse muito :D

    Segui-te <3 Continua com o excelente trabalho!

    NEW BLOGGER TIPS POST | My Blogging Essentials.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  2. Ando a pensar ver esse filme mas ao mesmo tempo tenho receio que a história seja muito "pesada", sabes? Que seja custosa de absorver e de ver. Vi o Silêncio e, contra tudo (ou apesar de tudo) achei um filme muito maçador, pesado, difícil de absorver. Que me dizes: arrisco-me neste Moonlight? :)

    ResponderEliminar
  3. Olha por acaso não gostei nada do filme, e penso que por breves momentos cheguei a dormir...
    A primeira fase é interessante, mas a partir daí nada me cativou. Nada mesmo.
    Penso que depois de ver o La la land e Manchester by the sea é complicado gostar de outra coisa. Gosto de filmes difíceis de resumir, e infelizmente considero que o Moonlight se define muito rapidamente.

    ResponderEliminar