quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Sugestões presentes Natal: Mãe, Pai & Namorado

Antes de começar este post, tenho que vos dizer que estas sugestões vão de encontro às personalidades da minha mãe, do meu pai e do meu namorado. Por isso, poderá haver pessoas que achem que as coisas em baixo mostradas não têm nada a ver com os seus familiares, mas olhem, graças a Deus que não somos todos iguais senão isto era um aborrecimento total.

Como a minha mãe é basicamente igual a mim em termos de gostos apenas com um toque mais recatado é sempre muito fácil decidir o que lhe oferecer. A minha querida progenitora adora receber roupa e acessórios e eu claro que lhe faço a vontade, por isso mesmo acho que vou comprar essa camisa aí em baixo verde, tenho a certeza que vai adorar. Mas para as sugestões tentei escolher itens que reflectissem alguma sofisticação mas que também pudessem ser usados num look mais casual.

BLUSA JACQUARD NÓRelógio Classic Round, Prateado, hi-resImagem 8 de SOBRETUDO PUNHOS TEXTURA da ZaraShopper Glam Flower, Camel, hi-res
        Blusa Zara - €39,99  |   Relógio Parfois - €35,99   |   Sobretudo Zara - €99,95   |   Carteira Parfois - €25,99

O meu pai, ao contrário da minha mãe, não pára para pensar sequer em roupa. Por ele usa a mesma t-shirt que lhe foi oferecida pela EDP há 7 anos, está-se completamente marimbando por isso, costumo comprar-lhe sempre roupa no aniversário e/ou Natal para ver se lhe consigo dar uma volta no guarda roupa. Acho sempre que os homens são sempre muito mais difíceis de presentear, parece que têm sempre tudo e eles nunca se "descosem" do que é que querem ou deixam de querer.

Grey Cable Knit CardiganImagem 3 de SAPATO PELE CASTANHO BROGUE da ZaraImagem 6 de CALÇAS BÁSICAS SLIM da ZaraResultado de imagem para call of duty wwii ps4
Cardigan Primark - €17,00   |   Sapato pele Zara - €55,95   |   Calças Zara - €19,95    |      Jogo PS4 Call of Duty- €69,99

Agora o que eu acho mais complicado é sempre o meu namorado. Dou voltas e voltas à minha cabeça e nunca me sai nada de extraordinário porque primeiro a única coisa no mundo que iria realmente surpreende-lo seria uma prancha de surf feita pelo Glenn Pang (ou por outro shapper qualquer que ele admire) e o meu extracto bancário não dá para isso e segundo, ele diz sempre, mas sempre, que não quer nada. Eu a gozar já lhe disse que ia oferecer-lhe umas meias e ele ficou todo contente (já viram como é fácil agradar a este rapaz?).
A minha sugestão mais eficaz e penso que será a que vou recorrer este ano é comprar uma viagem para os dois. Estou a pensar marcar para Amsterdão e se comprar com antecedência e por agências low cost fica quase mais barato do que, por exemplo, o casaco que lhe ofereci no ano passado da Rip Curl. É uma ideia óptima e é uma experiência que podemos ambos desfrutar e ainda visitar uma cidade que nenhum foi!

Resultado de imagem para odisseias fugas a doisResultado de imagem para la nuit de l'hommeResultado de imagem para Tenis Element TOPAZ C3 Black White Suede
Pack Odisseias Fugas a Dois - €47,40   |   Perfume La Nuit del'Homme - €48,75   |   Ténis Element - €73,99   |   Calções de banho DCK - €44,00

O resto da minha família vai tudo corrido a Zara, porque não me apetece andar à procura de coisas e como passo tantas horas na loja sei o que há e é logo muito mais rápido.
Espero que tenham gostado das minhas sugestões e que possivelmente possa ter ajudado em qualquer coisa! :)

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

I ' M B A C K

Seis meses depois do meu último post decidi voltar a este blogue.
Não sei o que aconteceu, andava tão entusiasmada com a ideia de ter o meu espaço na blogosfera mas de um momento para o outro tudo se dissipou. Simplesmente não me apetecia vir para aqui dizer o quer que fosse.
Houve tanta coisa que mudou na minha vida e admito que muitas vezes apetecia-me vir para aqui contar mas a preguiça foi mais forte.

Mas hoje, enquanto estava aqui sentada no escritório lembrei-me e apeteceu-me voltar. 

Então, o que é que mudou perguntam vocês, e eu responderei com todo o agrado meus queridos leitores, sabem que adoro partilhar boas novas.

- Ora, mudei de emprego e neste momento estou em dois. Confuso? Bem, como já vos tinha dito algumas vezes em posts anteriores eu estava a trabalhar em organização de casamentos de luxo como project coordinator (fica muito mais fancy dizendo em inglês não fica?) mas infelizmente não me estava a dar o retorno esperado e como já tenho 24 anos não podia simplesmente contentar-me com a miséria que estava a receber e decidi meter-me num part-time na Zara. Fiquei tão surpreendida com o salário que fui ficando (até hoje).
Entretanto, o que eu estava a fazer na empresa dos casamentos estava cada vez mais a deixar-me desmotivada. Não estavam a dar-me a liberdade criativa que eu queria e muitas vezes punham-me a fazer trabalhos de assistente/secretária, coisa para qual eu não me candidatei. Ora bem, isso juntando isso ao facto de o ambiente com a minha chefe ultimamente não ser dos melhores decidi começar à procura de outra coisa. E foi aí que encontrei uma anúncio para a empresa onde estou hoje, uma empresa que sempre admirei e que quando me chamaram para a entrevista fiquei maluca e quase que dei sete mortais para trás. O deus da sorte devia estar comigo nessa semana (wait for it) porque no dia a seguir à entrevista fui chamada para começar a trabalhar! Fiquei tão, mas tão contente. A parte menos boa é que é um estágio não remunerado, apenas com ajudas de custos, daí eu continuar na Zara aos fins de semana para não me privar de certos luxos como comprar a roupa que me apetece (continuo mega consumista sim).
Claro que tive que me despedir de onde estava e eu tentei sair a bem mas sei que não viram a minha saída com bons olhos e ficou um clima estranho. Mas o que é que eu hei-de fazer? Uma pessoa tem que ir atrás daquilo que a faz feliz e que dê mais projecção de futuro.
- Novidade nº2, comprei um carro! No mesmo dia que fui à entrevista para o meu actual estágio comprei um Smart fortwo cabrio verde lima. Já andava há que séculos a querer um smart e quando finalmente vi este à venda decidi que era agora. Estou super satisfeita com este meu pequenino e estou ainda mais satisfeita pelo facto de não ter que andar a pé para todo o lado (se bem que continuo a vir de transportes para Lisboa porque, Deus me livre, meter-me no trânsito às sete da manhã).
- Fiz uma remodelação ao meu quarto, transformei-o naquele antro branco - cinzento - com detalhes dourados que sempre quis, assim num estilo muito escandinavo.

Acho que foi isto o que se passou de mais memorável na minha vida, desde Junho até agora, de resto continua tudo igual.

E vocês, como estão? Será que continua alguém desse lado?


terça-feira, 13 de junho de 2017

St.António ♡

Quem é foi ontem celebrar o Santo António pelas ruas de Lisboa?
É sem dúvida a minha noite favorita do ano! Morro de amores pela altura dos Santos e apetece-me ir a todas as festinhas que existem pela cidade.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Ariana Grande ao vivo em Lisboa

Ontem lá fui eu toda contente, num dia de sol intenso com um pouco de vento à mistura, a caminho do Meo Arena (na minha cabeça será sempre Pavilhão Atlântico) para ver a Ariana Grande.
Estava mais que ansiosa para ver a piquena a fazer as suas habituais baby faces e o seu tique de estar sempre a puxar o cabelo para a frente! Como já vos tinha dito algures em Fevereiro, o meu namorado ofereceu-me o bilhete para o Golden Circle, por isso, não estava muito preocupada em chegar cedo ou algo parecido porque estava mais ou menos à vontade.
Antes de ver a Ari, houve uma actuação de um DJ qualquer que eu não faço a mínima ideia de quem seja (lamento) e da Victoria Monet. Matem-me mas só conheci a Victoria no concerto de beneficência em Manchester e por isso mesmo só conhecia aquela canção em que ela diz "Better days, better days". Passando à frente a minha ignorância, adorei a performance dela! A miúda tem uns moves muito à lá Beyoncé e tem um pernão que, Deus nos ajude!Ah e claro que aquele vozeirão ajuda imenso.
Por volta das 21h00, finalmente a pequena Ariana Grande decidiu dar ares de sua graça e apareceu em palco e abriu o espectáculo com uma das minhas favoritas, a Be Alright. A voz dela é uma coisa mais que fabulosa e por si só dá uma performance de outro mundo maaaaaaaaaaaaaaaaas, à medida que o concerto avançava fiquei desiludida com uma coisinha: ela comunica muito pouco com o público.
Eu sei que estou muito mal habituada com a minha banda favorita (os 30 Seconds to Mars) que falam pelos cotovelos e contam a vida toda no palco mas a Ariana tem que dar mais à língua porque é isso que cria uma ligação com o público, não é só os tipicos Sing, I can't hear you, Obrigada, I love you, I hope you like it. Sei lá, admito que fiquei tão desiludida com isto, pensei que até ia ouvir um discursozinho sobre Manchester antes de ela cantar a secante Somewhere over the Rainbow.

 Esta falta de comunicação foi DEFINITIVAMENTE um ponto a menos neste concerto.

Mas como já disse em cima, a miúda (porque é que eu lhe chamo miúda se temos a mesma idade?) tem uma voz vinda dos céus pronta para abanar toda a gente! Ela canta muito, mas mesmo muito bem.
E o momento que ela cantou a One Last Time foi tão bonito porque toda, mas toda, a gente cantou e fez um efeito tão bonito e especial naquela arena cheia de miúdas com orelhas de gato.

Resumindo e concluindo, foi um bom concerto.

E já estou satisfeita por ter visto uma das minhas cantoras favoritas ao vivo e ter cantado aos altos berros todas as músicas do álbum Dangerous Woman! Não tirei fotografias nem nada que se pareça mas se quiserem ver alguns vídeos do concerto passem no meu instagram (@joanaffsimoes, sim chamo-me Joana) e vejam os meus stories porque têm lá alguns bocadinhos do concerto.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

estou aqui

Chega o verão e eu desapareço.
Ou é pela praia ou então é porque começou oficialmente a wedding season e todos os fim-de-semanas eu tenho que ir trabalhar para casamentos que passei o inverno a organizar. É giro, claro que sim, não vou negar que tem a sua parte glamourosa mas é tão, mas tão cansativo! Todos os sábados estou KO e só recupero totalmente na segunda feira. É tipo assim um género de ressaca mas sem a parte divertida do álcool.

Falando de coisas giras, conhecem uma série que se chama Clique? Já a tinha nos agendados desde Março mas hoje finalmente comecei e acabei! É um máximo, aconselho-vos a ver! Já fui investigar para ver se vai haver uma segunda temporada mas ainda não há resposta.

quarta-feira, 31 de maio de 2017

riscas, stripes, rayures

Ando obcecada com riscas. Quando vejo algo com riscas fico doida e só me apetece correr com aquilo na mão enquanto digo my precious!
Ficam aqui algumas das minhas últimas obsessões, pode ser que vos apaixone e vão a correr ao shopping comprar alguma coisinha.

Bersha: Camisa com folhos nas mangas - €19,99 | Camisa nó - €12,99 | ambos os calções - €15,99

CAMISA MULTIPOSIÇÕESImagem 8 de MACACÃO RISCAS E RENDA da Zara
Imagem 8 de VESTIDO ÀS RISCAS COM MANGAS AOS FOLHOS da ZaraImagem 8 de CAMISA GOLA FANTASIA MANGA VOLUME da Zara

Zara: Camisa riscas encarnadas - €29,95 (esta camisa é aquela que está a fazer furor por todo o lado! Dá para usar de mil maneiras e até vem com manual de instruções, vejam aqui as diferentes posições.) | Macacão - €29,95 | Vestido folhos - €29,95 | Camisa verde - €29,95


preguiçosa desde sempre



adult life might be full of pain and suffering but at least we dont have to do PE anymore

Acho que nunca concordei tanto com alguma coisa como com esta afirmação. Meu Deus, eu odiava tanto educação fisica! Inventava que estava com o período para aí três vezes por mês só para não fazer as aulas, era tão fácil manipular professores homens porque eles eram super sensíveis com este assunto. Mas claro que para minha infelicidade, no 12ºano tive uma professora, então aí o meu plano de exagerar na menstruação já não dava porque ela sabia perfeitamente que era impossível então só me sobrava sofrer...
Juro, graças a Deus que sempre fui magra porque eu ODEIO desporto e sempre que entrava naquelas aulas quase que me apetecia arrastar-me mais facilmente para o Inferno do que para dentro daqueles pavilhões. Já lá vão cinco anos desde que acabei o secundário e não podia estar mais feliz por nunca mais ter que ser obrigada a mexer-me.

E vocês, eram (ou são) como eu ou adoravam aulas de educação física?